consulta médica

Como eu acabei com a caspa?

Como Acabar A dermatite seborreica, também conhecida como caspa, é um problema que pode afetar milhares de pessoas, principalmente aquelas que tem mais oleosidade no couro cabeludo. Apesar de muitos acharem que esse problema surge por falta de lavar os cabelos com frequência, existem diversos fatores que podem contribuir com ele, inclusive a alimentação.

O Que Causa Antes de saber como acabar com a caspa é bom entender o que pode causar ela, pois em alguns casos não é preciso de medicamentos ou de produtos exclusivos para caspa para conseguir resolver o problema. Um dos principais motivos para o aparecimento de caspa é a condição oleosa dos cabelos, mas isso não está ligado apenas a falta de lavagem com regularidade. Outros fatores podem estar diretamente ligados a oleosidade do couro cabeludo como a alimentação, uso de medicamentos e até alguns produtos que usamos no cabelo com o intuito de melhorar, mas que acabam prejudicando.

Cabelo Oleoso Mas não apenas as pessoas com cabelo oleoso que podem ter caspa não, apesar de a maioria das vezes os problemas estarem relacionados, muitas pessoas que têm o couro cabeludo seco também podem vir a ter caspa por causa da descamação dos folículos que não estão sendo bem cuidados. Então esse é um problema que pode atingir todo mundo, e apesar de a maior parte das pessoas que têm caspa tem entre 20 a 50 anos, pode ocorrer em qualquer idade também.

Técnicas Caseiras Quando você notar que seu cabelo está com caspa não precisa de se desesperar e procurar um médico imediatamente. Pois apesar de ser bom ter o acompanhamento de um dermatologista, antes é possível usar de técnicas caseiras e mais simples para se livrar desse problema.

Bicarbonato de Sódio Sim, uma solução simples e usando um produto que todo mundo tem em casa. Você mesmo pode aplicar e em poucas semanas irá notar o resultado. Na hora do banho molhe bem os cabelos e depois passe o bicarbonato de sódio no couro cabeludo, esfregue um pouco e depois enxague. Não é necessário utilizar shampoo ou condicionador nesse dia. Com o uso desse produto você poderá notar o cabelo um pouco mais seco, mas é só nas primeiras semanas. Passe duas vezes por semana e os resultados são rápidos.

Shampoo Outra solução simples de como acabar com a caspa e que pode ser utilizada antes de procurar medicamentos. Existem vários tipos de shampoos anticaspa a venda em farmácias e no supermercado. Você pode testar o de sua preferência para ver os resultados no seu tipo de cabelo. Esses shampoos possuem enxofre, zinco e outros minerais que fortalecem o couro cabeludo, por isso eles ajudam a acabar com a caspa. Você pode usar uma linha completa de produtos para eliminar esse problema e assim ter resultados ainda melhores.

Vinagre de Maçã Outro produto que quase todo mundo tem em casa e que pode ser utilizado para uma ótima mistura caseira para acabar com a caspa é o vinagre de maçã. Por ter um PH ácido ele é capaz de também mudar o PH do couro cabeludo, deixando-o menos propenso a desenvolver a caspa. Para usar você deve fazer uma mistura com uma xícara de vinagre de maçã e um copo de água. Para facilitar coloque em um pote com spray e borrife por todo o couro cabeludo. Depois massageie o local e deixe no cabelo por cerca de 20 minutos. Após esse período você pode lavar os cabelos como de costume.

Melhores Medicamentos Se você tentou os métodos caseiros e não teve bons resultados, então seja a hora de recorrer para outras opções. A primeira é procurar um médico, no caso um dermatologista, para que seja feito exames para detectar o que pode estar influenciando no aparecimento da caspa.

Procure Um Médico Um medicamento muito utilizado para acabar com a caspa são os antifúngicos como o cetoconazol, que vai ajudar a acabar com a caspa e deixar o couro cabeludo limpo. Já que as condições para o aparecimento da caspa, também deixam os cabelos propícios para terem fungos. Em casos mais graves pode ser recomendado o Roacutan para a acabar com a caspa, mas ele só é utilizado em casos crônicos e que todos os outros tratamentos já não deram resultados. Por isso é necessário a avaliação médica.